Indústria aeroespacial

Forneça produção eficiente e design mais rápido para entrega.

Automotivo

Produza peças de precisão que excedem os padrões da indústria.

Automação

Crie e teste produtos rapidamente para trazê-los ao mercado.

Produtos para o Consumidor

Traga produtos novos e acessíveis para o mercado mais rapidamente.

Comunicação

Capacite-se para inovar mais rapidamente, maximizando o desempenho.

Eletrônicos

Inovação em invólucros para produção de baixo volume.

Equipamento industrial

Forneça máquinas que superam a concorrência.

Nova energia

Acelere a inovação e o desenvolvimento.

Dispositivos Médicos

Construir protótipos e produtos que aderem à segurança médica.

Robótica

Melhore a eficiência com qualidade de peça precisa, rápida e constante.

Semicondutores

Aumente o tempo de colocação no mercado por meio da produção sob demanda.

Usinagem CNC para Aeroespacial

O altíssimo nível de precisão necessário na indústria aeroespacial torna a usinagem CNC um processo de fabricação adequado para o setor.

 

Este artigo fornece um guia completo sobre usinagem aeroespacial e sua importância.

 

Blog

Obtenha informações valiosas sobre os processos de fabricação.

Base de Conhecimento

Whitepaper, guia de design, materiais e acabamento.

Estudos de Caso

Conheça histórias de sucesso para inspirar seu projeto.

Livros em formato eletrônico

Melhore o conhecimento de fabricação com nossa coleção de e-books.

VÍDEOS

Descubra nossa biblioteca de vídeos educativos.

Acabamentos de superfície

Selecione entre mais de 30 opções de acabamento de superfície.

Materiais

Escolha entre mais de 50 metais e plásticos para o seu projeto.

e-book de usinagem CNC

Se você deseja produzir peças usinadas de alta qualidade com aparência elegante, é essencial considerar alguns fatores críticos relacionados à usinagem CNC. 

 

Aqui, reunimos algumas informações básicas e considerações importantes para ajudá-lo a alcançar os resultados desejados.

Sobre RapidDirect

Nossa visão, missão, história de desenvolvimento e equipe dedicada.

Depoimentos

Feedback real sobre experiências e opiniões sobre nossos serviços.

Notícias

Notícias da empresa, atualizações da plataforma, anúncio de férias.

Nossa plataforma

Obtenha cotações instantâneas com nossa plataforma online inteligente.

Nossas Capacidades

Prototipagem rápida e produção sob demanda.

Garantia da Qualidade

Forneça peças de qualidade que atendam aos requisitos e excedam as expectativas.

Contate-nos

Plataforma de Cotação Online v3.0

Atenção! Temos notícias emocionantes para compartilhar com você. Acabámos de lançar a mais recente plataforma online, a versão 3.0! 

 

 

A plataforma atualizada apresenta um design novo e intuitivo, juntamente com funcionalidade aprimorada que agiliza e acelera o processo de cotação, como um novo processo de fabricação, página de resumo de cotação simplificada e página de checkout aprimorada. 

11 tipos diferentes de fixadores automotivos

Conteúdo

Inscreva-se para receber dicas de design e fabricação de especialistas em sua caixa de entrada.

    A indústria automotiva fabrica algumas peças que só funcionam quando unidas a outras peças durante o processo de montagem. Como resultado, a fabricação de peças automotivas depende de projetos com alta tolerância e incorpora recursos de mecanismo de união, dos quais os fixadores são muito comuns.

    Os fixadores são críticos na indústria de fabricação de peças automotivas, pois auxiliam na montagem e funcionamento das peças automotivas. Existem diferentes tipos de fixadores automotivos com base em materiais, composição e funções pretendidas. Este artigo discutirá os diferentes fixadores, suas funções e suas possíveis aplicações.

    Fixadores automotivos por materiais

    A maneira mais comum de classificar os fixadores automotivos usados ​​em automóveis é usando o material de composição. Geralmente, existem duas categorias, metais e plásticos, cada uma com diferentes atributos e funções com base nas propriedades do material.

    Fixadores automotivos de metal

    fixadores automotivos de metal

    Geralmente, os fixadores automotivos de metal vêm de ferro, liga de alumínio e cobre. Dependendo dos materiais escolhidos, eles podem apresentar diferentes níveis de propriedades mecânicas, como resistência, durabilidade e resistência à corrosão.

    Os fixadores automotivos de metal vêm em diferentes formas, incluindo parafusos, porcas, molas e parafusos. Eles são duráveis, reutilizáveis ​​e aplicáveis ​​na conexão e fixação de peças pesadas de automóveis, suspensões e motores.

    Os fixadores automotivos de metal também estão sujeitos a o processo de acabamento de superfície para melhor funcionalidade e apelo estético. Exemplos comuns aplicáveis ​​na fabricação de peças automotivas incluem galvanização e anodização para melhorar a proteção contra ferrugem e a durabilidade.  

    Fixadores automotivos de plástico

    fixadores automotivos de plástico

    Fixadores automotivos de plástico são uma opção melhor quando se busca propriedades mecânicas ideais com estética mais elaborada. Eles são uma opção popular para fazer fixadores, incluindo pinos, espaçadores, conectores e arruelas, juntamente com outros materiais compostos, como borracha.

    Os fixadores de plástico vêm principalmente de vinil conhecido por sua resistência à tração e fragilidade. Como resultado, eles são aplicáveis ​​na fabricação de fixadores para uso único ou substituível. Além disso, custam menos que os fixadores de metal e não conduzem eletricidade nem enferrujam.

    11 tipos comuns de fixadores automotivos

    Além da classificação por materiais, outra classificação de fixadores automotivos é por suas funções. Abaixo estão os tipos comuns que você precisa saber:

    Nozes  

    prendedor de porca

    Uma porca é um pequeno componente de metal feito de ligas de ferro ou alumínio. Possui uma rosca de corte em espiral feita com impressão 3D passando pelo centro e se encaixa nos parafusos em ambos os lados. Ao lado das arruelas, a porca e os parafusos auxiliam na fixação de peças automotivas. Embora existam vários tipos de fixadores de porcas, o mais comum é a porca hexagonal, caracterizada por uma forma externa hexagonal. Outros tipos de fixadores de porcas usados ​​na indústria automotiva incluem:

    • As porcas de capa são acessíveis apenas de um lado. O outro lado tem uma superfície abobadada lisa para evitar lesões.
    • As porcas cilíndricas são cilíndricas e podem ser inseridas em um orifício perpendicular ao eixo do parafuso.  
    • As porcas flangeadas têm cabeças hexagonais com diâmetro aumentado em torno da base. Como resultado, eles não precisam de uma arruela.
    • As porcas serrilhadas têm um grande diâmetro texturizado, portanto, você pode apertá-las manualmente.

    parafusos

    parafuso de fixação

    Um parafuso é um fixador com um longo eixo parcialmente rosqueado com uma extremidade não cônica. A parte não rosqueada é chamada de haste e proporciona precisão e menos abrasão. Além disso, a haste pode se estender além da interface das peças, dependendo da face colocada no parafuso.

    Os parafusos são feitos de metais como ferro e ligas de alumínio e são uma opção simples, mas insubstituível. Assim como a porca, o mais comum é o parafuso sextavado com cabeça hexagonal. Juntamente com uma porca ou uma arruela, é aplicável na fixação de peças automotivas, como componentes de motores, painéis e braços de suspensão. Diferentes tipos de parafusos automotivos incluem:

    • Os parafusos de flange hexagonal apresentam uma arruela sob a cabeça hexagonal. Isso ajuda na distribuição de força e na fixação das peças.  
    • Os parafusos de carruagem apresentam uma cúpula e uma cabeça alargada.
    • Os parafusos de lugar apresentam cabeças hexagonais de autotravamento e rotação livre que evitam o afrouxamento devido à vibração.

    Parafusos

    um parafuso de fixação de aço

    O parafuso é um fixador com um eixo completamente cônico que mantém duas partes juntas. Ele pode cortar sua rosca em um orifício (parafusos autorroscantes) ou encaixar em um orifício roscado em uma peça (parafusos de máquina). Ao contrário do parafuso, ele não requer arruela ou porca, pois a rosca o prende e o mantém no lugar.

    Como porcas e parafusos automotivos, o parafuso mais comum é o parafuso hexagonal. É semelhante ao parafuso hexagonal, embora não tenha uma haste. Outros tipos de fixadores de parafuso usados ​​na indústria automotiva incluem:

    • Parafuso de cabeça escareada: Um parafuso de máquina com uma cabeça cônica que fica plana com a superfície de uma peça.
    • Parafusos de cabeça cilíndrica são parafusos automotivos com cabeça em forma de barril e soquete de encaixe. 
    • Parafuso de cabeça cilíndrica: Um parafuso de máquina que possui uma cabeça abobadada com um soquete.
    • Parafusos de madeira.
    • Parafusos autorroscantes.
    • Parafuso Coach: Parafuso autorroscante grande com cabeça hexagonal que permite alto torque ao encaixar.  

    Fixadores usados ​​para design automotivo  

    Existem vários tipos de fixadores usados ​​em automóveis. Cada um vem com um nível diferente de desempenho e confiabilidade. Abaixo estão os fixadores comuns usados ​​para projetos automotivos.

    Fixadores auto-apertados

    exemplo de um fixador auto-aderente

    Os fixadores autoaderentes são fixadores únicos e permanentes aplicáveis ​​na união de peças de chapas automotivas. Eles têm um anel de fixação serrilhado que evita a rotação e vêm em diferentes estilos e funções, incluindo pinos, porcas, pinos, persianas e fixadores de espaçamento.

    Fechos de rebitagem

    um rebite na indústria automotiva

    Um rebite é um fixador com cabeça e cauda em extremidades opostas. Ele vem principalmente de aço ou alumínio e ajuda a obter a montagem de peças permanentes. Existem vários tipos de rebites, incluindo rebites sólidos, rebites cegos, rebites tubulares e rebites bipartidos, aplicáveis ​​na união de duas ou mais peças automotivas.

    Inserções roscadas cegas

    insertos roscados cegos

    Os insertos roscados cegos possuem rosca cega que permite que sejam instalados em um lado do painel. Esses insertos são adequados para unir tubos, extrusões, etc.  

    Studs

    garanhão aberto

    Os prisioneiros são fixadores com rosca externa que se parecem com um parafuso sem cabeça (alguns têm cabeça). Eles geralmente são fixadores permanentes, geralmente soldados nas partes que você deseja unir. Além disso, você pode rosquear pinos em ambas as extremidades, tornando-os emparelháveis ​​com porcas.

    Um tipo comum de pino aplicável no setor automotivo é o pino de roda usado para segurar as rodas dos automóveis.  

    Anilhas

    arruela circular

    Uma arruela é um disco com uma superfície plana e fina e um orifício no meio. Quando usado em conjunto com uma porca e um parafuso, ajuda a distribuir a carga/pressão do parafuso e evita que a porca se solte. Ele vem em diferentes formas e estilos que funcionam dependendo dos componentes automotivos que você deseja unir.

    Na montagem de peças automotivas, as arruelas são aplicadas em um rolamento de eixo ou em uma junta para evitar o afrouxamento, aliviar o atrito, evitar vazamentos ou distribuir a pressão.

    Clips

    clipes

    Os clipes são fixadores importantes feitos de plásticos ou metais com funções automotivas e não automotivas. Eles têm vários designs, mas oferecem soluções mais diretas. Na fabricação de peças automotivas, eles são aplicáveis ​​no posicionamento ou fixação de diferentes peças, incluindo painéis internos, placas de portas ou pára-choques de plástico (plástico). Os clipes podem ser reutilizáveis ​​ou não reutilizáveis.

    Grampos

    braçadeiras usadas na fixação

    Os grampos são fixadores automotivos comuns aplicáveis ​​a componentes de retenção, como mangueiras e tubos conectados aos motores. Geralmente são metálicos, embora alguns possam ser de plástico. Possuem um design clássico e um parafuso aplicável no aperto do fixador, que por sua vez aperta os componentes. 

    Molas

    prendedores de mola

    Molas são fixadores metálicos, como clipes de mola, pinos e arruelas que exibem deformação elástica. Como resultado, eles funcionam na criação de tensão entre dois componentes automotivos.

    Sua exibição de deformação elástica garante uma conexão segura, permitindo fácil montagem e desmontagem de peças. Um exemplo de aplicação de prendedor de mola na indústria automotiva é o uso de clipes R para evitar que a roda saia da extremidade do eixo.  

    Pinos

    prendedores de pinos

    Os fixadores de pinos podem manter os componentes automotivos no lugar, mas permitem algum movimento. Eles podem ser de plástico e metais e vêm em diferentes tipos.

    Na indústria automotiva, os tipos comuns incluem o contrapino que impede o movimento axial de um eixo, portanto, seu uso em rodas. Outro exemplo é o lynchpin usado em carros off-road e o clevis pin usado no sistema de freio do veículo.  

    Fixadores Especiais

    Esses tipos de fixadores automotivos têm um design especial que os torna aplicáveis ​​a determinados setores, materiais e aplicações. Na fabricação de peças automotivas, eles são aplicáveis ​​quando o fabricante da peça precisa de um projeto especial devido à sua forma única, composição do material ou aplicação. Antes de usar um fixador especial, é necessário fazer testes para garantir que ele funcione bem.  

    Fixadores de montagem em superfície

    fixadores de montagem em superfície

    Esses prendedores usam a tecnologia de montagem em superfície que envolve a adesão do prendedor diretamente na placa de solda na superfície da placa de circuito impresso. A tecnologia de montagem em superfície remove danos às peças automotivas durante a instalação, melhora a velocidade de montagem e reduz a sucata/desperdício.

    Fixadores de Brochagem

    prendedores de broca

    Os fixadores de brochamento estão disponíveis em pinos, porcas, espaçadores, etc., prensados ​​e fixados em materiais não dúcteis ou dúcteis com dureza máxima de alumínio. Possuem uma instalação simples e são aplicáveis ​​quando a montagem saliente é inadequada.

    Fechos SI®

    si insere

    Os insertos SI® são fixadores especiais aplicáveis ​​na união de peças plásticas que requerem rosqueamento forte e permanente. Além disso, são aplicáveis ​​quando a unidade requer montagem e desmontagem frequentes.

    A importância do aperto adequado dos fixadores automotivos

    escolhendo os tipos certos de fixadores automotivos

    Escolher os tipos certos de fixadores automotivos é muito importante. No entanto, além da escolha, o aperto adequado do fixador é fundamental para o seu funcionamento.

    Existem vários casos em que o aperto se torna importante. Por exemplo, um aperto incorreto no motor pode fazer com que os parafusos se soltem, impedindo a partida do carro. Além disso, o aperto inadequado de fixadores nos freios dos veículos pode aumentar a chance de acidentes.  

    Devido ao risco associado, escolher o fixador certo é fundamental, pois o par errado de fixadores pode afetar gravemente o desempenho do veículo ou causar danos às peças.  

    Precisa de fixadores para produtos de teste automotivo?

    Escolher os tipos certos de fixadores automotivos é um processo crítico. Como resultado, os fabricantes de peças automotivas precisam de um fabricante confiável de fixadores automotivos. Na RapidDirect, podemos ajudá-lo a fabricar diferentes tipos de produtos automotivos e fechos aeroespaciais para prototipagem ou produtos de uso final com base em seus requisitos.

    Nossa equipe de engenharia é altamente experiente em diferentes processos de fabricação de fixadores automotivos, como usinagem CNC, Fabricação de chapas de metal e impressão 3D, e pode responder à sua pergunta ou fornecer sugestões de design para o seu design. Podemos fabricar fixadores automotivos de tipos plásticos e metálicos de altíssima qualidade e precisão que garantem o bom funcionamento de um veículo. Carregue seu projeto hoje e obtenha cotações instantâneas e análise DfM gratuita.

    Experimente o RapidDirect agora!
    Todas as informações e uploads são seguros e confidenciais.

    Bonus: Como Eliminar Riscos para Afrouxar Fixadores Automotivos

    Devido ao risco de desempenho do veículo/peça ou à tendência de ocorrência de acidentes, é importante garantir que os fixadores estejam bem apertados. Abaixo estão várias maneiras de eliminar os riscos de fixadores automotivos soltos.

    Escolha um material robusto

    A escolha do material desempenha um papel importante nas propriedades e na aplicação do fixador automotivo. Como resultado, você deve garantir a escolha de um material resistente com as propriedades necessárias para manter as duas peças automotivas juntas de maneira eficaz.

    Por exemplo, fixadores automotivos feitos de ferro, alumínio e outros metais são fortes e duráveis. No entanto, os fixadores automotivos de plástico, como o vinil, têm menos durabilidade, mas são mais substituíveis.

    Fazendo alguma avaliação de antemão

    Avaliar a finalidade do fixador permitiria reduzir os custos de mão de obra e reparo. Você deve garantir que as propriedades do material correspondam à aplicação do fixador. Por exemplo, seria um desperdício de capital usar fixadores automotivos de metal em peças substituíveis.  

    Teste o Torque

    O torque denota a força rotacional aplicada a um fixador que ajuda a apertar o fixador. É importante testar o torque para reduzir a chance de afrouxamento.

    Teste de torque-tensão

    Isso envolve o uso de máquinas como um calibrador de tensão de parafuso Skidmore-Wilhelm para medir o torque necessário para atingir uma tensão especificada.

    Teste de superfície de rolamento

    O teste da superfície do rolamento determinará como a área da superfície e a rugosidade afetam o atrito.

    Coeficiente de fricção

    Este teste medirá a resistência cinética e estática de uma superfície arrastada sobre outra.

    Conclusão

    Os fixadores são um componente crucial na união de duas peças automotivas. Assim, auxiliam no funcionamento e montagem de peças automotivas. Os fixadores têm vários tipos e designs com base em seus materiais e funções de composição. Este artigo discutiu os diferentes tipos de fixadores utilizados na indústria de fabricação de peças automotivas, suas funções e suas possíveis aplicações. Você tem alguma dúvida sobre a fabricação de fixadores automotivos? Por favor, entre em contato conosco.

    Perguntas Frequentes:

    Quais são os 3 principais tipos de fixadores roscados?

    Os três tipos principais de fixadores rosqueados são cavilhas, parafusos e pernos. Os parafusos de cabeça sextavada são os fixadores mais comuns usados ​​na indústria automotiva. 

    Quantos fechos tem um carro?

    Um automóvel tem cerca de 3,500 fixadores.

    Qual é o material mais forte usado para fabricar fixadores?

    O material mais forte para a fabricação de fixadores, como parafusos e porcas, é o titânio. Devido à sua durabilidade, é usado principalmente em aplicações pesadas, como as indústrias aeroespacial e médica.

    Vamos começar um novo projeto hoje

    Últimos Posts

    Confira as últimas tendências do setor e inspire-se em nossos blogs atualizados, que oferecem uma nova visão para ajudar a impulsionar seus negócios.

    o que é corte por jato de água

    Corte por jato de água: técnicas, usos e vantagens

    O corte por jato de água é um processo que utiliza uma máquina de corte controlada por computador (CNC), equipada com software especializado. Este software orquestra o ...

    corte de fio edm

    O que é usinagem Wire EDM? Processo e aplicações explicadas

    Tornos e fresadoras são comumente associados à usinagem, mas a usinagem por descarga elétrica (EDM) oferece vantagens especializadas para certos…

    diferentes tipos de rolamentos

    Tipos de rolamentos: recursos e usos

    Se quebrarmos os equipamentos, sistemas ou mecanismos mecânicos rotativos, os diferentes movimentos dos seus componentes são cruciais para a sua …